O selo “Fórmula Sem Microplásticos” do Lidl

Selo Microplásticos

Transparência para os nossos clientes: O Lidl apresenta o selo “Fórmula Sem Microplásticos”

O plástico está presente no nosso dia-a-dia. Este material entra no nosso ambiente de várias formas e polui, principalmente, as nossas águas e oceanos. Até as menores partículas de plástico de cosméticos e produtos de selfcare contribuem para o impacto ambiental como um dos inúmeros emissores. O Lidl estabeleceu, portanto, a meta de remover essas partículas menores de plástico, também conhecidas como microplásticos, das suas fórmulas: em Portugal, a maioria da gama de cosméticos deve se tornar livre de microplásticos até ao final de 2021.

Para que os nossos clientes identifiquem rapidamente quais são os produtos livres de microplásticos, de acordo com os seus ingredientes, vamos lançar o selo "Fórmula Sem Microplásticos" para produtos do setor de cosméticos e cuidados com o corpo. Muitos produtos desta área já são isentos de microplásticos, e o selo virá, portanto, aumentar significativamente a transparência para os nossos clientes.

Já trabalhamos intensamente na questão dos microplásticos desde 2015 como parte do nosso compromisso com a sustentabilidade e acreditamos na importância da sua redução. Em linha com este princípio de precaução e junto com os nossos fornecedores de cosméticos e produtos de higiene pessoal, concordámos em não utilizar microplásticos sólidos primários do tipo A na formulação de produtos de marca própria do Lidl. Não são utilizadas partículas sólidas de plástico com efeito de abrasão menores que cinco milímetros, bem como outros polímeros sintéticos não biodegradáveis ​​que sejam sólidos, dispersos, gelatinosos, dissolvidos ou líquidos. Para além de reduzir os microplásticos primários, também procuramos substitutos com as mesmas propriedades para os nossos produtos cosméticos e de higiene pessoal.

Com este desenvolvimento, o Lidl não atende apenas aos requisitos dos seus clientes, mas também ajuda a proteger o ambiente da poluição do plástico.

A nossa definição de Microplásticos

Sendo que, atualmente, não existe uma definição uniforme para os microplásticos, o Grupo Schwarz, ao qual pertencem o Lidl e o Kaufland, estabeleceu a sua própria definição: o Lidl entende que as partículas microplásticas são sólidas, são partículas de plástico visualmente reconhecíveis e menores do que cinco milímetros, com um efeito de abrasão e não são solúveis em água. No futuro, os nossos fornecedores serão obrigados a cumprir os nossos requisitos de microplásticos.

Atualmente, consideramos os seguintes tipos de plásticos:

  • Poliamida (PA); Polietilenos (PE); Tereftalato de polietileno (PET); Poliéster (PES); Poliimidas (PI); Polipropileno (PP); Poliuretanos (PUR)

Outros polímeros sintéticos não biodegradáveis ​​que são sólidos, dispersos, semelhantes a gel, dissolvidos ou líquidos também estão incluídos na produção de produtos de marca própria do Lidl. Informações mais detalhadas sobre estes plásticos podem ser encontradas na nossa Política de Compra dos microplásticos.

Todos os produtos Lidl são fabricados de acordo com os mais altos padrões em termos de segurança de produto.

Os dois tipos de Microplásticos

Microplásticos Primários

Microplásticos primários

Os microplásticos primários são partículas menores do que cinco milímetros.

Existem dois tipos:

Tipo A: referem-se à adição deliberada de partículas de plástico na produção de produtos cosméticos e de cuidados com o corpo, como em pastas de dente, géis de banho ou esfoliantes, para atingir certas propriedades de produto.

Tipo B: os microplásticos deste tipo surgem na fase de utilização dos produtos plásticos, como por exemplo, através do desgaste de pneus ou através de fibras sintéticas que se soltam nas lavagens.

Microplásticos Secundários

Microplásticos secundários

Os microplásticos secundários surgem da decomposição de componentes plásticos maiores na natureza. O plástico desintegra-se devido à influência da radiação solar, chuva, vento e movimentos das ondas e transforma-se em partículas cada vez menores.

Mais sobre os Microplásticos

Porque é que os plásticos são utilizados ​​em produtos cosméticos e de cuidados pessoais?

Os microplásticos em cosméticos e produtos de cuidados pessoais têm uma variedade de funções. No champô, por exemplo, facilita a pentear. Os microplásticos também facilitam a absorção de cremes e loções e melhoram a resistência à água em produtos de proteção solar. Estas partículas também atuam como opacificantes para proporcionar uma aparência mais cremosa aos sabonetes.

Como evitar os microplásticos?

Em vez de microplásticos, estamos a optar por alternativas mais ecológicas: por exemplo, nos esfoliantes, os microplásticos sólidos à base de polietileno (PE) e polipropileno (PP) foram substituídos por partículas de pedra-pomes (Perlite) ou por partículas de bambu (Bambusa Arundinacea Stem Powder).

Para que os microplásticos sejam substituídos no futuro, as substâncias alternativas serão testadas e avaliadas em estreita cooperação com os nossos fornecedores, relativamente a fatores como a segurança do produto, a compatibilidade ambiental, a eficácia e a aplicabilidade tecnológica.

Os desafios dos microplásticos para o ambiente

Os microplásticos, que não são biodegradáveis, podem ser absorvidos por organismos vivos nos oceanos e, assim, entrar também na cadeia alimentar humana. O perigo que essas partículas de plástico representam para os humanos e os animais está a ser investigado em diversos estudos científicos.

É indiscutível que o plástico não pertence no ambiente, razão pela qual o Lidl está comprometido em reduzir as emissões de plástico como parte da sua estratégia REset Plastic.

A classificação na nossa estratégia REset Plastic

REset Plastic

O tema dos microplásticos faz parte da nossa estratégia REset Plastic.

Com a estratégia integrada REset Plastic, o Grupo Schwarz estabeleceu a meta de reduzir o seu consumo de plástico e torná-lo reciclável com o objetivo de fechar circuitos a longo prazo. Desta forma, o Grupo assume a sua responsabilidade de agir de maneira ambientalmente consciente.

Neste contexto, o departamento de Compras do Lidl está a trabalhar com os seus fornecedores na área de ação Redesign da estratégia REset Plastic, para otimizar produtos e embalagens de produtos. Exemplo disso é a redução consistente de microplásticos em produtos de marca própria no setor de cosméticos e higiene pessoal.

O nosso objetivo: alternativas mais ecológicas aos microplásticos.

A nossa estratégia holística e internacional REset Plastic está dividida nas seguintes cinco áreas de ação:

REduce – Reduzimos o plástico, sempre que seja possível de forma sustentável;

REdesign – Desenhamos embalagens recicláveis;

REcycle – Recolhemos, separamos e reciclamos o plástico;

REmove – Promovemos a remoção do plástico do ambiente;

REsearch – Investimos na investigação e desenvolvimento de soluções inovadoras e educamos para a reciclagem.

Saiba mais em: www.reset-plastic.com