Proteger o clima

Mais Lidl – para a proteção climática!

As consequências das alterações climáticas são cada vez mais percetíveis, inclusive para as nossas atividades no Lidl. Enquanto empresa do retalho alimentar, também somos parcialmente responsáveis pelas emissões de gases com efeito de estufa. Por isso, a proteção climática é relevante em todas as nossas atividades, desde o fabrico dos nossos produtos até à operação das nossas lojas, pelo que já adotámos várias medidas.

Estamos a oferecer cada vez mais alternativas amigas do ambiente no nosso sortido, como é o caso da Gama Vemondo, neutra em carbono. Ao longo de toda a nossa cadeia de valor, estamos também a evitar, reduzir e compensar as nossas emissões de gases com efeito de estufa: nas nossas operações, estamos gradualmente a mudar para fluidos frigoríficos naturais, a autoproduzir parte das nossas necessidades de eletricidade através de sistemas fotovoltaicos nos nossos edifícios, e a adquirir a restante eletricidade proveniente de fontes de energias renováveis; as restantes emissões não passíveis de serem eliminadas são compensadas com certificados Gold Standard de alta qualidade, garantindo a neutralidade climática já a partir do ano de 2022.

Em agosto de 2020, o Grupo Schwarz juntou-se oficialmente à Iniciativa Science Based Targets Initiative (SBTi) em nome de todas as unidades de negócio da empresa. Após a preparação de um balanço climático completo e a análise da pegada de carbono, o Grupo Schwarz estabeleceu objetivos abrangentes de proteção climática que foram validados e divulgados oficialmente pela SBTi, na tentativa de limitar o aquecimento global até 1,5ºC.

O nosso compromisso no Lidl assenta também em objetivos climáticos baseados na ciência, cuja concretização é norteada pela metodologia da Science Based Target Initiative. Além disso, exigimos dos nossos fornecedores objetivos ambiciosos de proteção climática e apoiamos e acompanhamos os nossos parceiros de negócio neste processo.

Números que exigem a nossa ação

A agricultura – e, portanto, também a produção de alimentos – é responsável por cerca de um quarto das emissões globais de gases com efeito de estufa todos os anos. E se nada for feito, está previsto um amento da temperatura global entre 2ºC e 4ºC até 2100, com consequências prejudiciais para a saúde humana e economia.

O nosso compromisso em números

%

eletricidade verde proveniente de fontes de energias renováveis para as nossas lojas, centros logísticos e edifícios de escritórios

lojas com postos de carregamento para veículos elétricos nos parques de estacionamento

%

dos colaboradores com formação obrigatória em eficiência energética

A partir de 2022, lojas, centros logísticos e edifícios de escritórios neutros para o clima

Até 2026, estamos a responsabilizar e a capacitar os fornecedores responsáveis por 75% das emissões na cadeia de fornecimento para estabelecerem objetivos climáticos, de acordo com os critérios da Science Based Target Initiative

-70% das emissões de gases com efeito de estufa até 2030, sendo já neutro em carbono em 2022, através de projetos internacionais de compensação Gold Standard

Utilização de fluidos frigoríficos naturais, tais como CO₂ e propano, em vez de fluidos frigoríficos artificiais nos sistemas de refrigeração

Ver mais medidas e projetos

footer